• Pedro Sahium

3. História Moderna - Transição do feudalismo ao capitalismo

Dois sistemas sociais e econômicos tão abrangentes carregam características que num período de transição podem ser mais ou menos intensos. A transição é uma ponte, um devir. Sempre possível de se definir de formas diversas...


A obra que serviu de base estudo dessa unidade é de Paul Sweezy e ou.: Do feudalismo ao capitalismo. Essa obra trata de uma polêmica entre esse autor e Maurice Dobb. Em termos sintéticos pode-se afirmar que para Paul Sweezy a desestruturação do feudalismo se deu em função do papel desempenhado pelo comércio, e, para M. Dobb, essa desestruturação ocorreu devido às contradições existentes entre senhores e servos.


A leitura da obra aprofunda essa debate e nos permite perceber a abrangência dos dois sistemas. Interessa ao estudante de história notar que "todo elemento contrário ao principio do modo de produção feudal prepara sua destruição". Esse princípio é a propriedade da terra em diferentes graus e a propriedade limitada sobre as pessoas.

Todo o elemento contrário ao poder senhorial:

  • Da posse da terra/senhorio dominial;

  • Da posse dos seres humanos;

  • Da apropriação dos direitos políticos judiciais - aplicação política com base na vontade exclusiva dos senhores.



ATENÇÃO: O ponto mais debatido na polêmica de como se efetuou a transição de feudalismo para o capitalismo diz respeito ao confronto entre a tese de Henry Pirenne sustentando que o comércio foi a causa mais importante no declínio da sociedade feudal e consequente expansão capitalista, que se inspira na corrente culturalista da antropologia, isto é, na importância de fatores exógenos as sociedades estabelecidas contribuírem para a dissolução de suas estruturas e a historiografia marxista que busca as origens das transformações, pelas contradições entre as forças produtivas (estrutura econômica) e as relações de produção (estrutura social). Toda a historiografia moderna inclina-se a dar razão a historiografia marxista, nas bases lançadas por Marx em sua questão do método de estudo, embora não tivesse ele acesso aos documentos de que a história dispõe hoje em dia. A superioridade do seu método supriu as lacunas da inexistência de fontes.



- ATIVIDADES PROPOSTAS



- Elaborar um resumo informativo/analítico da obra de René Descartes (1596-1650), Discurso do Método. Considerado por vezes o "Pai da Filosofia Moderna", o racionalismo inaugurado por Descartes foi a base da organização econômica e espacial da reprodução social.


Como Fazer Resumo Informativo/analítico




Enviar para o e-mail psahium@hotmail.com


MARX, Karl. A origem do capital. A acumulação primitiva. São Paulo: Global, 1989.


SWEEZY, Paul M, et al. Do feudalismo ao capitalismo. São Paulo: Martins Fontes, 1977, pp 18-128.

213 visualizações
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon

Contato

E-mail: psahium@hotmail.com